top of page

Festival da Juventude: Jesuítas dinamizam Largo da Misericórdia, no Chiado

Os jesuítas vão disponibilizar cerca de 50 eventos para os peregrinos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) na zona do Chiado, em Lisboa, entre o dia 1 e o dia 4 de agosto, numa iniciativa a que deram o nome de Largo da Misericórdia. Concertos, momentos de oração, workshops e outras dinâmicas acontecerão em cinco locais, todos situados no mesmo espaço da cidade: a Igreja de São Roque, a Brotéria, a Igreja da Encarnação, o Convento de S. Pedro de Alcântara e o Largo Trindade Coelho. Esta iniciativa decorre de uma parceria entre a Companhia de Jesus e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e integra o Festival da Juventude, programa cultural e espiritual que a Jornada Mundial da Juventude oferece aos peregrinos em várias zonas da cidade de Lisboa.


O Largo da Misericórdia pretende ser um espaço de encontro, um lugar aberto e acolhedor e proporcionar aos peregrinos uma experiência feliz de ser e estar em Igreja, onde se possam sentir em casa e membros de uma comunidade plural. Além dos espaços fechados, como as igrejas e a Brotéria, parte da programação acontecerá também na rua, no próprio Largo Trindade Coelho, que será um espaço de acolhimento e de encontro onde acontecerão vários eventos. Dos concertos destacam-se a atuação da orquestra da ARTAVE que interpretará os temas do filme a Missão, as Vozes de São Roque, mas também o cante alentejano ou o fado, com a atuação do fadista Zé Maria. No Largo, haverá também um Youth Corner, onde os jovens são desafiados a deixar as suas mensagens.


Na Igreja de São Roque, emblemática para a história da Companhia de Jesus, haverá momentos de oração, visitas à sacristia onde se encontram os famosos quadros da vida de Santo Inácio e São Francisco Xavier, e visitas orientadas pelas Pedras Vivas, guias que propõem visitas que aliam a componente cultural e espiritual. A destacar também uma conferência com o jesuíta americano James Martin, no dia 2, à tarde.


O espaço da Igreja da Encarnação, no Chiado, será essencialmente dedicado a confissões e acompanhamento espiritual, havendo também alguns concertos como o do Laboratório e o do jesuíta chileno Cristóbal Fones. Aqui haverá também encontros de grupos ligados à Companhia de Jesus como o Movimento Eucarístico Juvenil e a Comunidade de Vida Cristã.


A igreja do Convento de S. Pedro de Alcântara será um espaço de oração contínua, havendo ainda uma sala polivalente onde decorrerão conferências sobre variados temas, como Economia de Francisco, ecologia, verdade e tolerância (baseada nos textos de Joseph Ratzinger) ou ainda Cristianismo e o Senhor dos Anéis.


No pátio da Brotéria, centro cultural dos jesuítas junto ao Bairro Alto, haverá várias conferências e workshops sobre ecologia, música e dança e sobre a relação entre o Evangelho e a comida. A Brotéria continuará de portas abertas, com a sua habitual programação, embora com um horário alargado.


A programação do Largo acontecerá entre as 13h e as 23h, à exceção dos momentos em que decorrem as celebrações centrais da Jornada com o Papa Francisco. A inauguração será no dia 1, às 13h, com um concerto no palco que interpretará os hinos das várias Jornadas Mundiais da Juventude. Momentos antes, o Superior Geral dos Jesuítas, P. Arturo Sosa, fará uma breve visita ao espaço.


P. Duarte Rosado, sj no palco do Campo da Graça após vigília com o Papa


Além da programação do Largo da Misericórdia, os jesuítas participarão também no Festival da Juventude com o concerto do P. Duarte Rosado, sj no palco no Campo da Graça (Parque Tejo), durante a vigília, e logo após a celebração com o Papa Francisco. Acompanhado por um coro de 25 vozes e uma banda de 6 músicos, o jesuíta português interpretará as músicas que constam do seu álbum “Um grito chamado Isaías”, bem como outras canções que pretendem criar um momento de oração para todos os peregrinos que ficarão a pernoitar no recinto. A conceção do espectáculo e a direção do coro estão a cargo do P. João Goulão, sj, sendo os arranjos para um quarteto de cordas e coro da autoria de Ana Roque e Manuel Oliveira.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page