top of page

A beleza da fé

Visita Guiada Igreja de S. Roque - Inserido no Programa Largo da Misericórdia


Num cenário esplendoroso e repleto de história, o grupo cristão “Pietre Vive” conduziu-nos numa visita guiada pela Igreja de São Roque, em Lisboa. Através das palavras inspiradoras de Teresa, membro do grupo, somos transportados para uma jornada espiritual única, em que as pedras ganham vida e revelam o poder da fé.


O nome "Pietre Vive" em português, traduzido como "Pedras Vivas," é uma alusão direta à passagem bíblica que nos lembra que somos as pedras vivas do Reino de Deus. No entanto, o significado vai além disso, procura tornar as pedras das igrejas também vivas num sentido espiritual. Muitas vezes, ao admirarmos o património histórico-artístico da Europa, esquecemos a essência de fé que essas estruturas sagradas carregam. A missão do “Pietre Vive” é a de trazer as pessoas de volta às igrejas e mostrar-lhes que essas pedras são portadoras de vida e um meio de conexão com Deus, através da beleza das imagens e das descobertas espirituais.


Os princípios que guiam a comunidade cristã são fortemente fundamentados na espiritualidade inaciana. O primeiro deles é o serviço e a formação. Teresa enfatiza que a formação não é para benefício próprio, mas para partilhar o conhecimento e anunciar a Palavra de Deus. O segundo princípio é a gratuidade, oferecendo visitas guiadas acessíveis a todos, com simplicidade e humildade, refletindo a vida de Cristo.


O projeto “Pietre Vive” em Portugal ainda é recente, mas com uma perspetiva de expansão para outras cidades. O encontro internacional realizado no ano passado, em vista das Jornadas Mundiais da Juventude, foi uma oportunidade para apresentar o projeto em Portugal e atrair novos membros para a comunidade. Teresa afirma com esperança de que os sinais têm sido positivos, com a adesão de novos membros e um impacto profundo nas pessoas que participam das visitas guiadas.


A Igreja de São Roque, escolhida para esta visita, é uma joia arquitetónica de Lisboa e um símbolo da riqueza espiritual da cidade. Ao longo da visita guiada, os peregrinos são conduzidos pelos corredores repletos de história, obras de arte e artefactos sacros. A beleza das imagens e esculturas transporta os visitantes para além do tempo, conectando-os com a espiritualidade e a devoção que essas pedras vivas representam.

As visitas são realizadas com uma abordagem profundamente espiritual, explorando não apenas os aspetos históricos e artísticos, mas também a mensagem de fé e esperança que essas pedras antigas carregam. No final da visita, há um caderno de oração numa capela, onde as pessoas podem escrever as suas orações e mensagens. É evidente que o impacto dessas visitas é profundo e inspirador, tocando os corações dos participantes.


O trabalho incansável e a dedicação da comunidade “Pietre Vive” têm mostrado resultados promissores na sua missão de trazer a fé de volta às igrejas e despertar as pessoas para a espiritualidade através do património histórico e artístico. É uma verdadeira jornada espiritual, onde os participantes são convidados a redescobrir a beleza da fé e a encontrarem significado e propósito nas suas próprias vidas.


À medida que o projeto se expande e toca mais vidas, estão, indubitavelmente, a desempenhar um papel importante na preservação e resgate da essência espiritual de igrejas históricas. Metaforicamente referindo, são uma luz brilhante, que guiam os corações dos peregrinos em direção a uma experiência mais profunda e significativa da fé.


Ao encerrarmos o nosso trajeto com a Teresa dos “Pietre Vive” na Igreja de São Roque, é impossível não refletir sobre o poder e a beleza da fé que transcende o tempo e as pedras. Com o compromisso de propagar a espiritualidade e a conexão com Deus através do património histórico, este grupo cristão continua a tocar corações e a enriquecer almas em busca de significado e propósito porque no fundo, somos todos pedras vivas num Reino maior.







0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page